Guimarães Rosa. Grande Sertão: Veredas

Materiais a serem explorados na disciplina eletiva sobre Guimarães Rosa:

Primeiramente, um panorama geral sobre a história do Regionalismo no Brasil: Sobre o Regionalismo (Walnice Galvão)

Esse artigo está esquematicamente simplificado nos slides: Sobre o Regionalismo (Walnice Galvão) (slides)

*

É bem aceita a tese de que o Grande Sertão: Veredas dialoga o tempo todo, senão reescreve mesmo Os Sertões (1902), de Euclides da Cunha. Há toda uma bibliografia sobre o assunto, mas como o foco da disciplina é Guimarães Rosa, abordaremos essa relação apenas lateralmente. A título de curiosidade, há um mapa que mostra as regiões compreendidas nos enredos dos dois livros:

0 os sertões e gsv

 

Ainda no quesito mapas, houve um esforço de Alan Viggiano, em 1978, no sentido de localizar no sertão mineiro e baiano as localidades referidas no Grande Sertão: Veredas. Desse trabalho saíram as primeiras tentativas demonstrar que o sertão de Rosa é, digamos, factual, isto é, corresponde a localidades realmente existentes, embora Riobaldo sempre afirme que “o sertão é o mundo”. Alguns exemplo da empreitada de Viggiano:

1 Introdução è geografia real e fictícia de GSV

2 mapa 5 - in media res

 

2 mapa 5 - in media res (legenda)

Já em 2004, o crítico Willi Bolle apura os mapas e traz-nos bem mais detalhados, como, por exemplo:

2 mapa 5 - in media res

com a legenda dos caminhos de Riobaldo:

2 mapa 5 - in media res (legenda)

*

A belíssima Graphic Novel de Grande Sertão: Veredas, com roteiro de Guazzelli e arte de Ricardo Rosa (1a. ed. São Paulo: Globo, 2014)

grande sertão veredas (graphic novel)

*

Excelente texto introdutório de Walnice Nogueira Galvão, que refaz a ‘biografia’ de Riobaldo, alinhavando-a conforme o enredo do romance:

walnice nogueira galvão – riobaldo, o homem das metamorfoses

*

Dois textos fundadores da crítica rosiana, por Antonio Candido:

Antonio Candido. Jagunços mineiros, de Cláudio a Guimarães Rosa (in: Vários Escritos)

Antonio Candido. O homem dos avessos (in: Tese e Antítese)

*

Edição especial dos Cadernos de Literatura Brasileira, do Instituto Moreira Salles (2006), contendo boa biografia sobre o autor (“Veredas de Viator”), alguns artigos importantes e uma relação extensíssima com os títulos de quase tudo que já foi publicado sobre Guimarães Rosa, de artigos de jornal a teses e livros. E, além do mais, com vasta seção iconográfica, reunindo dezenas de fotografias pouco conhecidas.

Caderno-de-Literatura-Brasileira-Guimaraes-Rosa

*

Texto de Grande Sertão: Veredas em formato .doc, anotado por mim até por volta da pág. 40 (por enquanto): Grande-Sertao-Veredas-Joao-Guimaraes-Rosa (formato doc)

Glossário para leitura de Grande Sertão: Veredas, feito por mim, até por volta da pág. 40 (por enquanto): GSV – glossário (2)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s